icircle - The Innovation Circle

Português   English   < home  
 

Vivendo com Não Elefantes

Vivendo com Não Elefantes, de Yves Moyen, é um livro de gestão
empresarial diferente do que usualmente encontra-se nas prateleiras das
livrarias. A obra faz uma análise comparativa da ascensão e queda de três
importantes civilizações: os Maias, os Espartanos e os Vikings com a de
corporações. Ressalta que a falta a compreensão da complexidade, a perda
crônica da flexibilidade e o engessamento de visão de mundo podem levar
uma civilização ou uma empresa ao declínio, e via de regra, ao colapso.

Apaixonado por história, filosofia e pela dinâmica das empresas, o autor
usou toda a experiência vivida no mundo corporativo, nos últimos 20 anos,
para levantar aspectos pouco abordados pela literatura de negócios como
os desafios empresariais, o pensamento humano, a dificuldade em lidar com
complexidade, as relações causa e efeito lineares, os dogmas religiosos. Usa
este contexto para falar de ideologia, ética, inovação, ambição e paixão. E,
por fim, sugere uma nova agenda para líderes e candidatos a líderes com a
intenção de fortalecer o DNA empresarial.

Ao longo de seis anos, juntou mais de 40 cases que ilustram os conceitos
ao que o livro se propõe. Provocativos e instigantes, todos trazem um
enfoque e atenção que não são dados pela mídia tradicional. Entre eles, o
atualíssimo British Petroleum, a fracassada e não comentada experiência
da Microsoft em vender computadores para a baixa renda no Brasil, a
inovadora abordagem da Nokia Siemens para aumentar a inclusão digital
na Índia, a Coca-Cola na administração Goizueta e pós-Goizueta, a saga
empresarial da General Motors e uma nova perspectiva sobre o colapso, a
Nestlé e a questão ética da amamentação materna até o curioso case da
construtora de templos budistas Kongo Kumi.

Para Yves, “Organizações são microcosmos civilizatórios – há uma visão
de mundo, uma razão de ser. Há líderes, pessoas e tribos, hierarquia,
regras e uma fundação ética. Ambas experimentam ciclos de ascensão-
maturidade-declínio-colapso, e por vezes, renascimento. Teria que haver
algo que explicasse e conectasse estes ciclos mais amplos (civilizações) e
das organizações”.

O título Vivendo com Não Elefantes é um convite a reflexão. Os não
elefantes somos todos nós. Ele insinua uma provocação ao viés tanto
do pensamento administrativo como do humano e o quanto ambos foram
reduzidos, atomizados. Avalia e contextualiza o profundo e longo impacto
sobre o mundo empresarial. “Todos vivemos com não-elefantes e todos
somos não-elefantes. O “não” é carregado de simbolismo incorpora a nossa
mania de negar diversidade, de ignorar pluralidade. Portanto, o mulçumano
torna-se não-católico, o asiático torna-se não-ariano, o complexo torna-se
não-linear”.

Aparentemente, a obra é dedicada a líderes e candidatos a líderes, porém,
os intelectualmente curiosos que apreciam reflexão podem se identificar
com o conteúdo carregado de informações. Podendo usar os conceitos
e idéias expostos em sua vida profissional. O livro pretende ser uma
referência e ser revisitado após a primeira leitura e ser útil em várias

situações que o leitor ou sua empresa experimentar.

O livro indica aos leitores a estimularem o pensamento sistêmico, a
simplificarem quando puderem, a utilizarem melhor a intuição e a
decidirem com mais inteligência para mesclar com o conhecimento
adequado: “Simplificar é muitas vezes necessário para lidarmos com as
situações complexas que enfrentamos no mundo empresarial – mas este
exercício deve ser feito com uma percepção mais robusta e transdisciplinar
do contexto e de seu entorno, dos agentes do complexo sistema
empresarial, das conexões entre eles e entre eles e outros sistemas iguais
ou ainda mais complexos. Só assim saberemos dar a necessária atenção
à complexidade sem que compliquemos nossas vidas profissionais e a de
nossas empresas”.

_________

Yves é empresário e consultor empresarial, é sócio-fundador da icircle,
empresa brasileira de consultoria estratégica e de apoio na criação de
novos negócios. Possui experiência em desenvolvimento de estratégias
de negócio, re-estruturações empresariais, marketing e modelos
organizacionais. Foi Presidente (CEO) da Dotz, pioneira em loyalty
marketing no Brasil. Como consultor empresarial, foi Vice-Presidente da
A.T. Kearney, responsável pelas práticas de estratégia, bens de consumo,
varejo, química e farmacêutica para a América do Sul. Antes da ATK, foi
consultor sênior da Booz & Co por seis anos. O livro ganha o crivo e os
comentários dos executivos:

“Um livro para executivos e pessoas interessadas em entender e influenciar
o pensamento sobre as organizações. A perspectiva multidisciplinar do
autor cria as novas idéias e conceitos. Temas como complexidade, não-
linearidade e adaptação permeiam o livro. As imagens, seja da civilização
Maia, da Polaroid, da General Motors, da Sony ou tantas outras, criam
representações concretas da ascensão e queda das grandes organizações.”

Paul S. Goodman

Richard M. Cyert Professorship

Director, Institute for Strategic Development

Carnegie Mellon University

“O livro e o título são a cara do Yves. Provocador com conteúdo, com a
capacidade de te fazer pensar, Vivendo Como Não Elefantes pode ser
uma leitura importante para quem quer cultivar um olhar diferente sobre
o status quo. Yves ajudou a Nextel a cultivar esse olhar e por isso tem a
minha admiração e gratidão.”

Sérgio Chaia – CEO da Nextel Brasil

“O foco do livro são as empresas, mas serve para governos, pessoas e até
os elefantes, que estão perdendo importância porque não estão sabendo
lidar com as mudanças. A leitura é um passeio pela história do mundo, da

ciência e do mundo empresarial, mostrando de uma maneira original como
as visões da realidade determinam o futuro.”

Roberto Luis Troster – Doutor em economia, ex-economista chefe
da FEBRABAN (2001-2006)

“Recomendo a leitura desse livro para empresários e líderes em geral
que buscam compreender a realidade das organizações e, sem fantasias
e utopias, definir novos rumos e abordagens para superar os desafios
do moderno ambiente de negócios, cada vez mais complexo e com
mudanças constantes. Com toda sua criatividade, competência e
capacidade pedagógica, Yves Moyen contribui, de maneira decisiva, para o
desenvolvimento e sucesso das empresas brasileiras.”

José Carlos Grubisich - CEO da ETH Bioenergia

Release

Assessoria de Imprensa:

Lúcia Caldas

Lucia@lucaldas.com.br

Tel: 11-3050-9999

 

Dia: 25/10, segunda-feira
Horário: a partir das 18:30 hs
Local:

Livraria Cultura
Avenida Paulista, 2.073 - Conjunto Nacional - Térreo
São Paulo -SP
11-3170-4033

   
Dia: 20/11, sábado
Horário: das 10:00 às 14:00 hs
Local:

Livraria Mineiriana
Rua Paraíba, 1.419 - Funcionários
Belo Horizonte - MG
31-3223-8092

 

 


back

Av. das Nações Unidas 12.551 - 09º andar São Paulo - SP - 04578-000
Tel: 11 3443-7731 | Fax: 11 3443-7474
icircle ©2003-2012 All Rights Reserved - Produced by Carranca Design